Postado por : Skills Brasil segunda-feira, 23 de março de 2015

Se você participa, desenvolve ou simplesmente se interessa pela indústria do e-learning já escutou o termo gamificação (do inglês gamification). Soa divertido, certo? Mas tem muito mais por trás da gamificação que somente distribuir prêmios e rankings.

A gamificação em e-learning é a aplicação de elementos de jogos e técnicas de jogos a elementos que não são jogos, como conteúdo de treinamento online em um esforço de torná-lo mais divertido e envolvente. Em outras palavras, é o uso da mecânica de jogos para encorajar aprendizes a explorar e aprender à medida que evolue em direção a um objetivo final.

Quais são essas técnicas de gamificação e como aplicá-las ao e-learning? Aqui vão algumas idéias para começar:

1) Narrativa:
Uma peça chave de muitos jogos é a narrativa, ou a história por trás do jogo. Essas histórias incorporam protagonistas (personagem envolvente), o antagonista (desafio que o personagem enfrenta) e um enredo (sequência de eventos).

Como incorporar esse elemento ao jogo?
Criar um cenário é um excelente modo para acrescentar o elemento de narrativa ao curso. Cenários envolvem personagens que seguem um enredo ou uma sequência de eventos.


2)
 Regras
Regras são uma parte fundamental de qualquer jogo para definir expectativas e parâmetros. Eles informam os jogadores o que pode ou não ser feito.

Como incorporar esse elemento ao jogo?
Use instruções específicas e concisas para comunicar as regras do seu cenário aos aprendizes. Comunique claramente o que você espera que os participantes façam em cada passo do curso, e certifique-se que eles nunca tenham que adivinhar o que fazer.

3) O Controle do jogador
Ter controle sobre a jornada e seus resultados é um elemento comum de muitos jogos. Jogadores adoram sentir-se no controle de seu potencial sucesso.

Como incorporar esse elemento ao jogo?
Uma forma de entregar o controle aos jogadores é deixa-los escolher um avatar ou personagem que aparece no curso. Outra forma é abrir uma navegação que permita aos participantes controlar como se prossegue pelo conteúdo. Deixe que os aprendizes acessem o conteúdo desde um Menu Inicial com diversas possibilidades de escolha ao invés de forçar um caminho linear.


4)
 Descoberta
Jogos normalmente encorajam descoberta e exploração; por exemplo, pessoas gostam de caçadas por um tesouro escondido.

Como incorporar esse elemento ao jogo?
Inclua um “brinde”, como um aperitivo de informação extra com a possibilidade de de ganhar alguns pontos extras.

Lembrem-se, entretanto, que ao mesmo tempo que informações extras são adicionais divertidos, nunca faça com que um estudante tenha procurar pela informação crítica que eles precisam saber. Você também deve certificar-se que que os participantes tenham instruções claras sobre o que eles estão procurando. Não há nada pior que clicar desesperadamente e sem foco sem saber porque ou onde procurar.

5) Interatividade
Quantos jogos você já jogou em que não deve fazer nada? Nenhum! Jogos são 100% simulação e envolvimento, seja mental ou físico, e você deve sempre estar fazendo alguma coisa como parte do processo.

Como incorporar esse elemento ao jogo?
Pense em como tornar o conteúdo mais interativo. Isso não significa simplesmente fazer com que o usuário “clique” com mais frequência. Ao invés disso, construa interações significativas que requeiram que o aprendiz pense e tome decisões. Ao invés de dizer a informação diretamente, faça-os selecionar a opção correta de uma lista e arrastá-la ao local correto. Ao invés de apresentar os passos em um processo linear, deixe que o usuário ordene os passos por eles mesmos. Agregue mobilidade? Transforme-o em um aplicativo!


6)
 Flexibilidade
Jogos são normalmente jogados nos horários livres. À espera de um ônibus ou antes do início de uma aula. Permita que seu conteúdo seja consumido nesses momentos.

Como incorporar esse elemento ao jogo? 
Agregue mobilidade? Transforme-o em um aplicativo! Transformando o conteúdo em um aplicativo, com a possibilidade de uso off-line, usuários podem executar os treinamentos em qualquer horário! Aumentando a efetividade do treinamento.

7) Feedback
Feedback é peça chave do jogo. Ele informa o usuário que suas ações foram registradas e reconhecidas e disponibiliza uma dica ao jogador sobre como ele está progredindo. Feedback não precisa ser texto. “Desbloquear” novas funcionalidades, por exemplo, é um tipo de feedback que informa os jogadores que eles estão indo bem.

Como incorporar esse elemento ao jogo?
Estrelas, pontos, são formas de mostrar feedback e conquistas. Utilizando uma barra de progresso também é uma forma espetacular de prover feedback constante e informar aos jogadores como eles estão se saindo.


8)
 Restrições de tempo
Jogos utilizam restrições de tempo para criar um senso de urgência, que pressiona o jogador a pensar e agir rapidamente.

Como incorporar esse elemento ao jogo?
Para simular uma restrição da vida real, considere o uso de contagem regressiva ou um cronômetro em seu quiz. Por exemplo, se seu call-center espera que as chamadas sejam completadas em menos de 5 minutos, dê a seu cenário um limite de tempo de 5 minutos para que os aprendizes passem.

9) Aversão à perda
Aversão à perda refere-se à tendência dos humanos de preferir evitar perdas à conseguir ganhos. Estudos demonstraram que uma perda é duas vezes mais poderosa que um ganho, e essa propensão mental é utilizada por muitos desenvolvedores de jogos.

Como incorporar esse elemento ao jogo?
Use um sistema de pontos em seu curso para informar os aprendizes onde eles se encontram e informá-los que pontos podem ser retirados em caso de respostas incorretas. Você poderia utilizar também um medidor de progresso visual, assim como mapas e checkpoints, que mostrem ao aprendiz se ele está avançando ou retrocedendo à medida que ele percorre o conteúdo.


10) 
Jogo contínuo
Jogo contínuo é a possibilidade de um jogador de retomar o jogo onde ele parou e  continuar o jogo. Isso significa que se um jogador “perde” um jogo ele pode recomeçar e tentar novamente quantas vezes ele quiser.

Como incorporar esse elemento ao jogo?
Deixe que os jogadores prossigam! É um ótimo sinal quando jogadores tentam novamente ou revisitam um conteúdo. Isso significa que eles estão interessados e intrigados. Lembre-se: Você que encorajar e incentivar seus visitantes a aprender, portanto, se eles quiserem revisitar o conteúdo do curso, por quê não deixa-los?

Uma forma de incorporar o jogo contínuo em seus cursos é permitir que os estudantes refaçam o quiz caso eles falhem. Outra forma é permitir uma segunda tentativa caso respondam uma pergunta incorretamente.

11) Recompensa
Pontos extras ou recompensas fazem com que as pessoas sintam-se bem e são amplamente utilizados em diversos tipos de jogos.

Como incorporar esse elemento ao jogo?
Considere a distribuição de “pontos extras” a aprendizes para perguntas mais difíceis ou tornando possível a conquista de recompensas extras baseado em escolhas corretas.


12) 
Níveis
Atingir fases ou níveis diferentes, objetivos ou desafios é um tópico comum entre games.

Como incorporar esse elemento ao jogo?
Uma idéia: ao invés de incluir capítulos ou módulos, organize seu conteúdo em “fases” e desbloqueie as fases quando o jogador responder corretamente ou atinja certo número de pontos.

13)  Competição
Rankings e tabelas de classificação são mecanismos muito populares para encorajar uma competição no mundo dos games. Rankings classificam os jogadores e suas pontuações, e as pessoas adoram porque trazem reconhecimento de suas habilidades e esforço.

Como incorporar esse elemento ao jogo?
Use uma página corporativa ou seu LMS para informar os aprendizes como seus colegas de trabalho estão progredindo. Seja consciente, entretanto, quanto ao tipo de informação que você está compartilhando; tornar públicas pontuações baixas pode ser embarassante para os estudantes.

Lembre-se: para acrescentar gamificação a seus cursos e comunicações, os elementos de jogos precisam ser cuidadosamente pensados, planejados e “designed”. Interessado em saber mais sobre gamificação ou implantar um  projeto em sua empresa? Entre em contato conosco!


Artigo escrito com contribuição do blog: e-learning heroes.   

{ 1 comentários... read them below or add one }

Posts Populares

R Terra, 240 sl 102 - Santa Lúcia, Belo Horizonte/MG- CEP: 30360-500

Telefone: +55 31 3243 4683 - E-mail: contato@acskillsgroup.com


©Copyright 2014 - Skills Brasil. Todos os direitos reservados.